Carro autônomo da Waymo reconhece sinais de mão de um policial

Rene Ribeiro, editado por Renato Santino
Carro autônomo da Waymo (Waymo)
Compartilhe com seus seguidores

Carros autônomos precisam ser capazes de entender as mesmas orientações de trânsito que motoristas humanos. E quando um semáforo quebra, o veículo precisa ser capaz de entender gestos de um oficial de trânsito encumbido de colocar ordem no caos. E foi isso que Waymo, divisão da Alphabet (que também controla o Google) responsável por carros autônomos, demonstrou.


Em um vídeo em seu canal no YouTube, a Waymo demonstra que o veículo foi capaz de parar no lugar correto em um cruzamento na cidade de Tempe, no Arizona. Isso acontece mesmo sem um semáforo, que é mais facilmente reconhecível pelos sistemas do veículo; em seu lugar, há apenas um policial direcionando o tráfego.

A tecnologia com a qual está equipado é capaz de identificar sinais manuais. Ele sabe quando o guarda de trânsito diz para parar, quando está sendo dito para se mover e obedece aos sinais corretamente. Também sabe obedecer ao oficial porque já detectou que não há semáforo onde deveria haver um.

A Waymo começou a ensinar seus carros a reconhecer e interpretar gestos de mão em 2016. Na época, explicou que queria que seus carros compartilhassem as estradas com segurança com os ciclistas. Eles aprenderam a reconhecer alguns dos sinais de mão comumente usados pelos ciclistas quando estão virando, parando ou mudando de pista. É essa mesma tecnologia que, graças em parte à inteligência artificial, ajudou o Chrysler Pacifica a atravessar o cruzamento com segurança.

O autônomo da Waymo, um Chrysler Pacifica, em testes, reconhece sinais de mão

A empresa coloca a segurança em primeiro lugar, mas poderia encontrar outras aplicações para sua tecnologia de reconhecimento de gestos no futuro. Atualmente, os passageiros aprovados para usar seu serviço de transporte precisam dar um passeio por meio de um aplicativo de smartphone projetado para simulação. Não é exagero imaginar que, um dia, o ônibus reconhecerá quando um pedestre fizer sinal  em uma calçada, estendendo seu braço.

Tecnologia carro Carro conectado carros autônomos carros e tecnologia
Curtiu esse conteúdo? Assine nossas newsletters e fique por dentro do que acontece em primeira mão!
Compartilhe com seus seguidores
Assine nossa newsletter!
Parabéns! Sua assinatura foi recebida com sucesso!
Atenção: Em instantes você receberá um email de confirmação da assinatura. Para efetivá-la, clique no link de confirmação que você receberá. Verifique também sua caixa de SPAM, pois por se tratar de um email automático, seu servidor de emails poderá identificar incorretamente a mensagem como não solicitada.