Empresa alemã oferece sensores de baixo custo para carros autônomos

Bosch (iStock)
Compartilhe com seus seguidores

Equipamento, produzido pela Bosch, permite que o carro 'veja' a estrada em três dimensões

O fornecedor automotivo alemão Robert Bosch disse nesta quinta-feira (2) ter desenvolvido um sensor que permite que os carros "vejam" uma versão tridimensional da estrada, com o objetivo de reduzir o custo da tecnologia que pode acelerar o desenvolvimento de veículos autônomos.


A Bosch, empresa de capital fechado, afirmou que o sensor "lidar", desenvolvido internamente, cobrirá faixas de curta e longa distância nas rodovias e na cidade, e funcionará em conjunto com a câmera da companhia e tecnologias de radar. O equipamento será exibido na Consumer Eletronics Show (CES 2020), em Las Vegas, na próxima semana. O evento terá cobertura do Olhar Digital.

A tecnologia Lidar, que usa sensores baseados na luz para gerar uma visão tridimensional da estrada, continua sendo uma ferramenta relativamente nova e em desenvolvimento. Em sua atual forma, é muito cara para ser usada em massa no mercado, mas se um sensor "lidar" mais barato fosse amplamente adotado, poderia fornecer dados mais aprofundados, permitindo aos carros autônomos detectarem a distância de outros veículos e pedestres.

Ao passo que várias startups trabalham no "lidar", o envolvimento de grandes e confiáveis fornecedores, como a Bosch, pode ajudar a acelerar a adoção dessa tecnologia.

Inicialmente, usando grandes dispositivos giratórios colocados no teto dos carros, os desenvolvedores do Lidar passaram para aparelhos de estado sólido, mais compactos, que podem ser montados em outras partes do veículo, como perto dos faróis. Agora eles são vendidos por menos de US$ 10 mil em quantidades limitadas, mas analistas afirmam que devem vender por apenas US$ 200 na produção em massa para que se tornem comercialmente viáveis.

A Bosch não forneceu um cronograma, preços ou detalhes de tecnologia para seu sensor, mas um porta-voz disse que a empresa está trabalhando para tornar os sensores "prontos para a produção", com foco na tecnologia de "mercado de massa acessível". No entanto, ele se recusou a dizer se a empresa já tinha clientes de automóveis para o setor.

O desenvolvimento de carros autônomos atingiu um aumento de velocidade, pois os custos e as preocupações regulatórias fazem com que as empresas de tecnologia e as montadoras repensem seus planos.

O Lidar é atualmente usado por companhias como Alphabet, General Motors e Ford. A Apple também avalia seu uso. Outros estão menos otimistas com relação a esse sensor, citando um alto custo e capacidades limitadas - é o caso da Tesla e da Nissan.

Em abril do ano passado, Elon Musk chamou o Lidar de "uma tarefa tola" que era muito cara e disse que qualquer pessoa que confiava na tecnologia estava "condenada". Os veículos da Tesla contam com câmeras e radares como seu sistema de visão.

Centenas de milhões de dólares foram investidos em startups de Lidar nos últimos anos. Outros grandes fornecedores que desenvolvem a tecnologia incluem Valeo, Aptiv e Continental. Em julho passado, a Valeo afirmou ter ganho 500 milhões de euros em pedidos de seus produtos para sensores lidar.

Via: Reuters

3D CES sensor Ford General Motors Tesla carros autônomos carros e tecnologia sensores carros ces 2020
Curtiu esse conteúdo? Assine nossas newsletters e fique por dentro do que acontece em primeira mão!
Compartilhe com seus seguidores
Assine nossa newsletter!
Parabéns! Sua assinatura foi recebida com sucesso!
Atenção: Em instantes você receberá um email de confirmação da assinatura. Para efetivá-la, clique no link de confirmação que você receberá. Verifique também sua caixa de SPAM, pois por se tratar de um email automático, seu servidor de emails poderá identificar incorretamente a mensagem como não solicitada.