Subaru e Toyota vão co-desenvolver nova plataforma de carros elétricos

Carro elétrico da Subaru e Toyota (Subaru, Toyota)
Compartilhe com seus seguidores

O primeiro veículo elétrico produzido com a nova arquitetura será um SUV compacto. O modelo deve ser vendido sob ambas as marcas

A Subaru e a Toyota farão uma parceria para criar uma nova plataforma de veículos elétricos. Em anúncio na quinta-feira (6), as empresas japonesas produzirão um SUV compacto para ser vendido pelas duas marcas. "As empresas pretendem assumir o desafio de criar produtos atraentes com apelo que só os veículos elétricos a bateria (BEVs) podem oferecer", dizem as fabricantes.


Segundo as montadoras, a parceira traz os pontos fortes de cada uma em um só produto. A Toyota tem a experiência em eletrificação de veículos e a Subaru fornece o sistema de tração em quatro rodas. As empresas dizem que a nova plataforma de veículos elétricos será flexível o suficiente para sustentar uma série de sedans e SUVs dos segmentos C e D.

Essa não é a primeira vez que as empresas japonesas se unem em uma parceria. Em 2005, elas co-desenvolveram os pequenos gêmeos Subaru BRZ e Toyota 86 (assim como o agora falecido Scion FR-S). No ano passado, a Toyota aplicou suas tecnologias híbridas de veículos elétricos no Crosstrek da Subaru ? o que resultou no Crosstrek Hybrid.

Nenhuma das montadoras forneceu informações sobre a data de lançamento dos veículos co-desenvolvidos. Há especulações, entretanto, de que sua produção não deve demorar.

Via: CNet

Carro elétrico carro Toyota carros elétricos
Curtiu esse conteúdo? Assine nossas newsletters e fique por dentro do que acontece em primeira mão!
Compartilhe com seus seguidores
Assine nossa newsletter!
Parabéns! Sua assinatura foi recebida com sucesso!
Atenção: Em instantes você receberá um email de confirmação da assinatura. Para efetivá-la, clique no link de confirmação que você receberá. Verifique também sua caixa de SPAM, pois por se tratar de um email automático, seu servidor de emails poderá identificar incorretamente a mensagem como não solicitada.