Vídeo mostra dano causado pela Covid-19 aos pulmões; assista

Vídeo mostra dano aos pulmões causado pela Covid-19 (George Washington University Hospit)
Compartilhe com seus seguidores

Danos severos foram causados em questão de dias. Paciente outrora saudável agora respira com a ajuda de aparelhos

Um vídeo gerado a partir de uma tomografia computadorizada, feito pelo Dr. Keith Mortman, chefe de cirurgia torácica no George Washington University Hospital, nos EUA, mostra de forma clara os danos que a Covid-19 pode causar nos pulmões de uma pessoa.


O paciente em questão é um homem de 59 anos com pressão alta, mas de outra forma saudável. Após adoecer, ele necessita de ventilação mecânica para respirar, mas nem isso é o suficiente e ele tem de ser conectado a uma máquina para oxigenar o sangue.

O vídeo foi feito poucos dias após o paciente apresentar os primeiros sintomas da Covid-19. Áreas em amarelo representam inflamação no pulmão. Em um paciente saudável, nenhuma área em amarelo deveria ser visível.

"Este não é um paciente diabético, imunossuprimido, com 70, 80 anos de idade", disse Mortman. "Além da pressão alta, ele não tinha outros problemas médicos significativos. Esse é um cara que estava cuidando da própria vida e de repente pegou o vírus. Se repetirmos as imagens do 360VR agora, ou seja, uma semana depois, há uma chance que a infecção e o processo inflamatório sejam ainda piores. "

"Infelizmente, uma vez danificados nesse grau, os pulmões podem demorar muito para cicatrizar. Para cerca de 2 a 4% dos pacientes com Covid-19 o dano é irreversível, e eles irão sucumbir à doença?, afirma o médico.

"Quero que as pessoas vejam isso e entendam o que pode acontecer", disse Mortman. "As pessoas precisam levar isso a sério."

Fonte: CNN

Medicina tecnologia medicinal tomografia coronavirus covid19
Curtiu esse conteúdo? Assine nossas newsletters e fique por dentro do que acontece em primeira mão!
Compartilhe com seus seguidores
Assine nossa newsletter!
Parabéns! Sua assinatura foi recebida com sucesso!
Atenção: Em instantes você receberá um email de confirmação da assinatura. Para efetivá-la, clique no link de confirmação que você receberá. Verifique também sua caixa de SPAM, pois por se tratar de um email automático, seu servidor de emails poderá identificar incorretamente a mensagem como não solicitada.