Compartilhe com seus seguidores

MWC é cancelado em razão do coronavírus

O maior evento de tecnologia móvel do ano, o Mobile World Congress 2020, está oficialmente cancelado. O motivo é o surto do coronavírus, que causa a covid-19 e assola a China.

A notícia veio em um comunicado por e-mail de John Hoffman, o CEO da GSMA, que organiza o MWC. Segundo ele, o surto tornou impossível a realização da feira.

A decisão vem depois de uma onda de desistências, que começou há cerca de uma semana. Nessa leva, Apple, Amazon, Sony, AT&T, British Telecom, Cisco, Deutsche Telekom, Facebook, IntelLG, ZTE, Ericsson, McAfee, Mediatek, Nvidia, Orange, Royole, Vivo, Vodafone e Volvo cancelaram suas participações. Samsung, Huawei, Oppo, XiaomiRealme, Rakuten e Motorola haviam confirmado presença.

A GSMA esperava atrair 100 mil visitantes de 200 países. A expectativa era de que a feira, que dura quatro dias, gerasse cerca de 14 mil empregos temporários em Barcelona.

O MWC é uma feira de negócios. É lá que operadoras se reúnem com fabricantes para negociar aparelhos que irão compor seus portfólios, que fornecedores apresentam novas tecnologias ou componentes e que terceirizadas apresentam projetos de aparelhos que podem chegar ao mercado com o nome de marcas locais, como Positivo ou Multilaser, no caso do Brasil.

Também durante o MWC ocorrem as discussões técnicas que afetam a definição e a implantação de novas tecnologias de rede. No ano passado, por exemplo, o 5G dominou boa parte das conversas por lá.

MWC coronavirus
Curtiu esse conteúdo? Assine nossas newsletters e fique por dentro do que acontece em primeira mão!
Compartilhe com seus seguidores
Assine nossa newsletter!
Parabéns! Sua assinatura foi recebida com sucesso!
Atenção: Em instantes você receberá um email de confirmação da assinatura. Para efetivá-la, clique no link de confirmação que você receberá. Verifique também sua caixa de SPAM, pois por se tratar de um email automático, seu servidor de emails poderá identificar incorretamente a mensagem como não solicitada.