Atenção: golpe do FGTS no WhatsApp já afeta mais de 100 mil pessoas

Golpe FGTS (Reprodução)
Compartilhe com seus seguidores

Mais de 2000 novos acessos à fraude são registrados por hora; tome cuidado

Um golpe envolvendo o FGTS já afetou mais de 100 mil pessoas em apenas dois dias. O ataque circula pelo WhatsApp e promete o saque do benefício às pessoas que clicam no link. As informações são do  dfndr lab, laboratório especializado em segurança digital.


Os usuários recebem uma breve pesquisa com perguntas como ?deseja sacar todo seu FGTS ou parcial?? e ?você sacou algum valor do FGTS nos últimos 3 meses??. Independente da resposta, a vítima é encaminhada para compartilhar o link do ataque com mais dez amigos do WhatsApp para liberar o suposto saque.

Para tornar a fraude mais realista, os hackers também criaram comentários de falsos usuários afirmando que já sacaram o benefício, como ?vou na lóterica segunda-feira sacar o meu?. Com essa técnica, pelos menos 2083 novos acessos à fraude são registrados por hora.

?O objetivo desse golpe é induzir o usuário a conceder permissão para receber futuras notificações com outros golpes diretamente no celular, abrindo um canal direto de comunicação entre o cibercriminoso e a vítima?, esclarece Emilio Simoni, diretor do dfndr lab.

Além disso, os criminosos recebem vantagem financeira, explica Simoni: ?[a vítima] é direcionada a páginas para realizar cadastros indevidos em serviços de SMS pagos. A partir do momento em que este cadastro ocorre, sem perceber, a vítima passa a receber cobranças indevidas?.

O Olhar Digital preparou um tutorial para os usuários consultarem o saldo do FGTS de forma segura pelo smartphone, clique aqui para conferir. 

Segurança Dinheiro Whatsapp cibercrime cibersegurança golpes cybersegurança Crime crime cibernético FGTS
Curtiu esse conteúdo? Assine nossas newsletters e fique por dentro do que acontece em primeira mão!
Compartilhe com seus seguidores
Assine nossa newsletter!
Parabéns! Sua assinatura foi recebida com sucesso!
Atenção: Em instantes você receberá um email de confirmação da assinatura. Para efetivá-la, clique no link de confirmação que você receberá. Verifique também sua caixa de SPAM, pois por se tratar de um email automático, seu servidor de emails poderá identificar incorretamente a mensagem como não solicitada.