Nintendo Switch deve ganhar novo processador e mais memória

Luiz Nogueira, editado por Daniel Junqueira
Nintendo Switch (iStock)
Compartilhe com seus seguidores

Fabricante japonesa solicitou alteração à FCC (Anatel dos EUA) das especificações técnicas do console

Após o anúncio do Switch Lite, versão menor e mais barata do Nintendo Switch, a Nintendo parece estar planejando algumas mudanças para a versão padrão do console também. Segundo pedido que consta no site da Comissão Federal de Comunicação dos EUA (FCC), que é responsável por regular a área de telecomunicações nos EUA, o console vai receber um novo processador e terá mudanças no armazenamento interno.


A Nintendo submeteu o que é chamado de "Permissão de Classe II", o que significa que a empresa solicita realizar ajustes em um dispositivo sem a necessidade de realizar um novo processo de certificação para que ele seja vendido. Confira:

Com essas mudanças, o console pode sofrer menos com queda de quadros, ter carregamentos mais rápidos, bateria um pouco mais duradoura e não esquentar tanto. Mesmo assim, não há como saber exatamente quais as intenções da empresa.

Essa modificação de hardware não parece estar ligada a um novo modelo do Nintendo Switch, o suposto Switch Pro que apresentaria melhorias significativas em relação ao console original. O pedido se refere a uma atualização do modelo original ? até o número do modelo foi mantido. Se essas mudanças não forem nada mais que uma atualização, a Nintendo pode não se pronunciar sobre o caso, eles não vão querer que as pessoas fiquem preocupadas em saber se estão comprando o Switch com os componentes mais novos.

A indústria dos videogames tem uma longa história de trocar silenciosamente componentes como estes. Essa prática é utilizada para cortar custos, porque os chips mais novos são menores e mais fáceis de produzir na maioria das vezes. Um exemplo bastante famoso disso aconteceu quando as primeiras unidades do Xbox 360 passaram a superaquecer, o que obrigou a Microsoft a substituir alguns componentes para consertar o problema.

Como o Switch não sofreu com nenhum problema grave desde seu lançamento, as melhorias podem não ser muito aparentes aos mais desavisados. Seu processador Tegra X1 parece dar conta de rodar muito bem todos os jogos do console. Mesmo assim, não temos como ter certeza de que essas mudanças não acrescentarão nada ao console, pelo menos até que alguém ponha as mãos em um novo modelo e faça uma comparação.

O efeito Nintendo Switch Lite

Após o anúncio da versão mais econômica do console, as ações da Nintendo subiram mais de 4% nesta quinta-feira, (11). Isso mostra que o lançamento de um novo portátil pode fazer com que essa demanda seja estimulada, como prevê Atul Goyal, analista da Jefferies Group. 

As ações da empresa já haviam subido no começo do ano após as especulações de um novo portátil, mas acabaram recuando quando a empresa minimizou or rumores nos últimos meses. Agora, esse cenário deve mudar caso a empresa anuncie também uma versão mais potente do console. 

O analista ainda diz que o novo dispositivo da empresa tem como público alvo os 75 milhões de proprietários do Nintendo 3DS, portátil anterior da empresa. Ele ainda afirma que essa nova versão pode "pôr mais lenha na fogueira", já que seu preço atinge diretamente esse público. 

O Nintendo Switch Lite tem data de lançamento prevista para o dia 20 de setembro ao preço de US$200 (aproximadamente R$ 758).

Via: The Verge/ Reuters

Hardware Nintendo Videogame videogames Nintendo Switch atualização Nintendo Switch Lite
Curtiu esse conteúdo? Assine nossas newsletters e fique por dentro do que acontece em primeira mão!
Compartilhe com seus seguidores
Assine nossa newsletter!
Parabéns! Sua assinatura foi recebida com sucesso!
Atenção: Em instantes você receberá um email de confirmação da assinatura. Para efetivá-la, clique no link de confirmação que você receberá. Verifique também sua caixa de SPAM, pois por se tratar de um email automático, seu servidor de emails poderá identificar incorretamente a mensagem como não solicitada.