Bateria pega fogo e força pouso de avião nos Estados Unidos

Bateria em chamas no avião (Cory Tanner)
Compartilhe com seus seguidores

Todas as 217 pessoas no voo saíram com segurança

Fumaça nos assentos, supostamente causada por uma bateria portátil, forçou um vôo da Virgin Atlantic a fazer um pouso de emergência na noite desta quinta-feira (4).


O avião saiu do aeroporto JFK de Nova York e seguia viagem para o aeroporto de Heathrow, em Londres, mas foi obrigado a pousar em Boston, no aeroporto Logan, quando chamas e fumaça começaram a sair do assento de um passageiro. Todas as 217 pessoas no vôo saíram com segurança.

O fogo foi extinto pela tripulação de bordo e, após o desembarque, uma investigação descobriu fios saindo da área afetada. "Uma bateria portátil com aparência consistente com um carregador de celular externo" foi encontrado entre almofadas do assento que começou o fogo, disse a polícia.

Ainda não está claro, porém, porque o fogo começou, mas baterias em chamas não são novidade no mercado, especialmente por causa do lítio - Samsung que o diga. Portanto, existem algumas possibilidades para explicar o ocorrido. Primeiro, pode ter acontecido um superaquecimento por falha de ventilação do dispositivo. Ou problema poderia ter sido, também, um carregador não apropriado para a bateria, ou seja, enviando mais corrente do que o aparelho aguenta.

Outra opção, seguindo a polícia, é que, se a bateria estava entre almofadas do assento, ela poderia ter sofrido com alta pressão e, consequentemente, um bloqueio na ventilação, o que levou ao fogo.

Nos EUA e na Europa, as companhias aéreas não permitem que baterias de íons de lítio sejam transportadas na bagagem despachada. Eles são permitidos na bagagem de mão, mas limitados a um máximo de 100Wh, ou até 160Wh, com aprovação prévia da companhia aérea. Em alguns países, as companhias aéreas restringem o uso dos carregadores de baterias portáteis durante o vôo devido a preocupações de segurança.

Uma investigação sobre a causa do incêndio está atualmente em andamento pela polícia do estado de Massachusetts e pela Virgin Atlantic.

Os perigos envolvendo baterias e carregadores não homologados são enormes. Confira no vídeo abaixo.

Via: The Verge

Bateria avião íons de lítio aeroporto aeronave incêndio
Curtiu esse conteúdo? Assine nossas newsletters e fique por dentro do que acontece em primeira mão!
Compartilhe com seus seguidores
Assine nossa newsletter!
Parabéns! Sua assinatura foi recebida com sucesso!
Atenção: Em instantes você receberá um email de confirmação da assinatura. Para efetivá-la, clique no link de confirmação que você receberá. Verifique também sua caixa de SPAM, pois por se tratar de um email automático, seu servidor de emails poderá identificar incorretamente a mensagem como não solicitada.