Menu
Editorias

Chrome bloqueará publicidade em vídeo considerada 'irritante'

Renato Mota
Google Chrome (Pixabay)
Compartilhe com seus seguidores

O Google quer evitar que os usuários recorram a aplicativos de terceiros para deixarem de ver os anúncios, o que prejudica sua receita

Dando sequência aos seus esforços para tornar a navegação na internet menos intrusiva, o Chrome anunciou um novo conjunto de padrões de publicidade em vídeo que serão aceitos no navegador. A medida soma-se ao o bloqueador de anúncios disponibilizado pelo Google em julho do ano passado.


O Google tenta bloquear anúncios em vídeo irritantes para evitar que os usuários o façam utilizando aplicativos de terceiros ? o que pode prejudicar sua receita.

As diretrizes são baseadas nos dados da Coalition of Better Ads, que afirma que existem três tipos de publicidade em vídeo que as pessoas mais odeiam:  anúncios que fazem você esperar cinco segundos para avançar, anúncios intermediários que aparecem no meio de um vídeo e imagens ou texto que bloqueiam mais de 20% do vídeo.

O Chrome está adotando uma postura forte contra esses tipos de anúncio e diz que os proprietários de sites têm quatro meses para parar de exibir os anúncios intrusivos, ou correrão o risco de perder completamente a publicidade.

A partir de agosto, o navegador do Google deixará de exibir todos os anúncios em sites que mostram repetidamente esses formatos especialmente irritantes. O YouTube também terá de cumprir as diretrizes.

Via: Endgadget

Google Chrome Publicidade online bloqueio
Curtiu esse conteúdo? Assine nossas newsletters e fique por dentro do que acontece em primeira mão!
Compartilhe com seus seguidores
Assine nossa newsletter!
Parabéns! Sua assinatura foi recebida com sucesso!
Atenção: Em instantes você receberá um email de confirmação da assinatura. Para efetivá-la, clique no link de confirmação que você receberá. Verifique também sua caixa de SPAM, pois por se tratar de um email automático, seu servidor de emails poderá identificar incorretamente a mensagem como não solicitada.