EUA concedem mais 90 dias de operação para a Huawei

Luiz Nogueira, editado por Cesar Schaeffer
Huawei (Divulgação)
Compartilhe com seus seguidores

A gigante chinesa conseguiu mais 90 dias para continuar trabalhando com empresas norte-americanas

A Huawei tem operado nos últimos três meses nos EUA com uma "licença geral" que permite à empresa continuar trabalhando com companhias norte-americanas. Em meio a diversas incertezas, a gigante chinesa estava se preparando para deixar o mercado norte-americano.


O primeiro período de 90 dias expira nesta segunda-feira (19), mas o Secretário de Comércio dos Estados Unidos, Wilbur Ross, declarou nas últimas horas que o governo Trump vai prorrogar a permissão de operação da Huawei por mais 90 dias. Com isso, a empresa continuará fornecendo infraestrutura e comprando componentes de empresa dos EUA.

Uma grande razão para essa extensão é que algumas partes rurais dos Estado Unidos confiam nos equipamentos de rede da Huawei, com Wilbur Ross dizendo que essa extensão lhes dá mais tempo para "se desfazer" dos equipamentos da empresa. Devido ao custo desse projeto de substituição, pode ser que 90 dias não sejam suficientes.

Essa extensão de operações pode dar à Huawei mais tempo para continuar comercializando seus outros produtos, como smartphones e tablets. A empresa anunciou recentemente informações sobre a chegada do Android Q aos seus aparelhos, e essa extensão pode facilitar a implementação dessa atualização. Caso a Huawei seja proibida de usar o Android, seu plano "B" está pronto: o Harmony OS foi anunciado na semana passada.

Via: 9to5Google

Smartphones Huawei smartphone EUA eua x china infraestrutura
Curtiu esse conteúdo? Assine nossas newsletters e fique por dentro do que acontece em primeira mão!
Compartilhe com seus seguidores
Assine nossa newsletter!
Parabéns! Sua assinatura foi recebida com sucesso!
Atenção: Em instantes você receberá um email de confirmação da assinatura. Para efetivá-la, clique no link de confirmação que você receberá. Verifique também sua caixa de SPAM, pois por se tratar de um email automático, seu servidor de emails poderá identificar incorretamente a mensagem como não solicitada.