Google entra com recurso para evitar multa bilionária na Europa

google (Noah_Loverbear / Wikimedia Com)
Compartilhe com seus seguidores

O Google entrou com um recurso para tentar reverter uma condenação na União Europeia por violar leis antitrustes. A empresa quer evitar a multa imposta por órgãos reguladores do Velho Continente, que cobram mais de 4 bilhões de euros (cerca de R$ 19 bilhões).


A condenação foi divulgada em julho e, apesar do Google ter dito na época que contestaria a decisão, a empresa só apresentou suas considerações sobre o caso nesta terça-feira, de acordo com o jornal The Wall Street Journal.

A União Europeia determinou que o Google teria 90 dias para encerrar as práticas consideradas anticompetitivas pelos órgãos reguladores, e o recurso foi registrado alguns dias antes do prazo terminar - o que dá algum tempo extra para a empresa tratar do caso.

De acordo com a União Europeia, o Google viola leis antitruste ao condicionar o uso da loja Google Play Store à inclusão de um pacote de apps da empresa, o que prejudicaria serviços concorrentes. Como Gmail e Chrome são pré-instalados em smartphones Android, usuários não buscam alternativas e acabam preferindo as opções do Google, segundo os reguladores europeus.

Google Negócios Europa
Curtiu esse conteúdo? Assine nossas newsletters e fique por dentro do que acontece em primeira mão!
Compartilhe com seus seguidores
Assine nossa newsletter!
Parabéns! Sua assinatura foi recebida com sucesso!
Atenção: Em instantes você receberá um email de confirmação da assinatura. Para efetivá-la, clique no link de confirmação que você receberá. Verifique também sua caixa de SPAM, pois por se tratar de um email automático, seu servidor de emails poderá identificar incorretamente a mensagem como não solicitada.