Governo federal anuncia criação de centro contra ataques cibernéticos

Eixo de defesa cibernética do Exército Brasileiro (Exército Brasileiro)
Compartilhe com seus seguidores

A Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI), órgão ligado ao governo federal do Brasil, anunciou nesta quarta-feira, 21, a criação de um centro contra ataques cibernéticos, ainda sem data de inauguração.


A ideia é que o centro seja uma espécie de "campo de treinamento de defesa cibernética no país", afirmou a ABDI. O local ainda será escolhido em conjunto com o Comando de Defesa Cibernética do Exército Brasileiro (ComDCiber).

A iniciativa partiu da própria ABDI após uma visita a Israel. "O Brasil possui um grande déficit de segurança cibernética e muitas empresas já passaram por problemas devido a essa falta de investimento no setor", afirmou a agência em comunicado divulgado nesta quarta.

"Israel é uma nação bastante desenvolvida nos quesitos defesa, segurança, tecnologia e desenvolvimento, por estar envolvido em diversos conflitos sociopolíticos. Por meio desse intercâmbio, a viabilização de um centro de defesa cibernética no Brasil é uma revolução para o país."

Além da parceria com o Exército, a ABDI também promete buscar a ajuda da Agência Brasileira de Inteligência (Abin). O investimento será de R$ 10 milhões.

Brasil Governo
Curtiu esse conteúdo? Assine nossas newsletters e fique por dentro do que acontece em primeira mão!
Compartilhe com seus seguidores
Assine nossa newsletter!
Parabéns! Sua assinatura foi recebida com sucesso!
Atenção: Em instantes você receberá um email de confirmação da assinatura. Para efetivá-la, clique no link de confirmação que você receberá. Verifique também sua caixa de SPAM, pois por se tratar de um email automático, seu servidor de emails poderá identificar incorretamente a mensagem como não solicitada.