Mais um recurso do Waze acaba de chegar ao Google Maps, mas não se anime muito

Google Maps (9to5google)
Compartilhe com seus seguidores

Por enquanto, a função ainda não está disponível para os motoristas brasileiros

No ano passado, o Google Maps recebeu a função para reportar acidentes de trânsito. O recurso, no entanto, ainda não chegou a muitos países, como é o caso do Brasil. Por aqui, ainda se usa muito o Waze, o aplicativo de trânsito adquirido pela gigante das buscas em 2013. E é deste app que a Google resolveu copiar a nova função do Maps: a possibilidade de indicar trechos lentos do percurso.


Se você não usa o Waze, pode não entender a importância da função ?reportar lentidão?, porém, essa opção pode salvar o tempo de muitas pessoas. O Waze é alimentado por uma comunidade de usuários que, conforme se movimentam pela cidade, compartilham informações referentes ao trânsito, tais como acidentes nas vias e até mesmo a presença de radares em determinadas ruas e avenidas. Isso faz com que os usuários possam utilizar caminhos alternativos e escapar de engarrafamentos, por exemplo.

Bom, agora, essas três novidades já estão disponíveis também no Google Maps, que fica ainda mais completo. Até hoje, era possível apenas reportar acidentes e radares utilizando o aplicativo, mas, agora, também já se pode informar sobre lentidão em determinados trechos.

À esquerda, a versão anterior do Google Maps; à direita, a atual versão com a adição da nova função "reportar lentidão"

Ainda não se sabe quando o Google deve liberar essas funções para os usuários do Maps no Brasil. A solução é continuar usando o aplicativo que originalmente traz esse recurso: o Waze.


Fonte: Android Police

Google Google Maps waze
Curtiu esse conteúdo? Assine nossas newsletters e fique por dentro do que acontece em primeira mão!
Compartilhe com seus seguidores
Assine nossa newsletter!
Parabéns! Sua assinatura foi recebida com sucesso!
Atenção: Em instantes você receberá um email de confirmação da assinatura. Para efetivá-la, clique no link de confirmação que você receberá. Verifique também sua caixa de SPAM, pois por se tratar de um email automático, seu servidor de emails poderá identificar incorretamente a mensagem como não solicitada.