Menu
Editorias

Microsoft libera grande atualização de outubro do Windows 10; veja o que muda

menu iniciar (Divulgação/Microsoft)
Compartilhe com seus seguidores

Sistema operacional agora traz o novo Edge pré-instalado, e inclui alterações no menu Iniciar e no Alt+Tab

A Microsoft começou a liberar nesta terça-feira (20) a atualização de outubro do Windows 10, marcando o segundo grande update do sistema operacional no ano. A nova versão não é voltada a grandes novidades, mas conta com uma série de pequenas melhorias, que podem não ser tão evidentes à primeira olhada.


A mais notável das mudanças está no menu Iniciar, que mexe um pouco com o conceito dos blocos dinâmicos, a identidade abraçada pela empresa desde o Windows 8. Os bloquinhos continuam lá, mas em vez de cores sólidas, os ícones são cercados por formas transparentes, que se mesclam à cor de fundo do menu. Nada muda em termos de usabilidade ou funcionalidade, no entanto.

Uma outra mudança que deve ser rapidamente percebida especialmente pelos usuários mais avançadas está na interface de Alt+Tab, que permite alternar rapidamente entre os apps abertos no PC. Agora, a função mostra também as abas abertas do navegador Edge, permitindo alternar entre os sites, mas outros navegadores ainda não têm essa possibilidade. Essa nova ferramenta é opcional, no entanto, e o Windows permite reverter para o formato anterior.

A atualização muda de forma definitiva o Edge para o motor Chromium como padrão do computador. Até agora, o navegador até poderia ser instalado, mas agora ele vem pré-instalado no Windows 10.

Há outras mudanças menores que devem ser menos perceptíveis, facilitando a configuração das taxas de atualização de monitores diretamente pelo painel de configurações do Windows. As notificações do sistema também passam a exibir o ícone dos apps para tornar mais fácil identificar sua origem e melhorar sua organização. Além disso, no modo tablet, o sistema também passa a omitir os pop-ups de notificação.

Apesar de o lançamento ter sido anunciado agora, a Microsoft ressalta que nem todos os usuários deverão receber o update imediatamente. Isso por que a empresa adotou uma distribuição faseada, que visa oferecer uma "experiência de download confiável", evitando que 1 bilhão de pessoas comecem a instalar a atualização simultaneamente. O lançamento progressivo também ajuda a detectar potenciais problemas antes que eles atinjam toda a base de usuários de uma só vez, o que é particularmente importante enquanto a milhões de pessoas estão trabalhando de suas casas e dependendo totalmente de seus computadores pessoais.

Microsoft Windows Windows 10
Curtiu esse conteúdo? Assine nossas newsletters e fique por dentro do que acontece em primeira mão!
Compartilhe com seus seguidores
Assine nossa newsletter!
Parabéns! Sua assinatura foi recebida com sucesso!
Atenção: Em instantes você receberá um email de confirmação da assinatura. Para efetivá-la, clique no link de confirmação que você receberá. Verifique também sua caixa de SPAM, pois por se tratar de um email automático, seu servidor de emails poderá identificar incorretamente a mensagem como não solicitada.