Motoristas estão superestimando o piloto automático da Tesla, diz estudo

Tesla piloto automático (Foto: Tesla)
Compartilhe com seus seguidores

Pesquisa apontou que o nome escolhido pela empresa faz com que seus usuários confiem totalmente no sistema. Não deveriam...

O sistema Piloto Automático da Tesla pode ter um nome atraente, mas, de acordo com um estudo realizado pelo Instituto de Seguros para Segurança de Rodovias (IIHS), ele ainda pode enviar a mensagem errada para os motoristas. Atualmente o recurso atinge apenas o nível 2 na escala de automação de direção. Isso significa que ainda é necessário que os motoristas mantenham as mãos no volante.


A pesquisa revelou que muitas pessoas não compreendem totalmente o nível real de automação dos carros mais novos, uma vez que seus sistemas de assistência ao motorista têm nomes que impressionam e parecem dar conta do recado sozinhos. O nome que a Tesla escolheu, em particular, está fazendo com que os condutores superestimem os recursos da tecnologia.

Essa desconexão entre o que a tecnologia pode fazer e o que as pessoas acham que pode fazer leva a um comportamento arriscado dos motoristas, que resultou em acidentes, ferimentos e mortes, e que poderia provocar uma reação contra outros carros, disse o IIHS.

Para o estudo, o IIHS solicitou a 2.000 motoristas que respondessem a perguntas sobre o Piloto Automático (Tesla), Auxílio ao Engarrafamento (Audi e Acura), Super Cruise (Cadillac), Driving Assistant Plus (BMW) e ProPilot Assist (Nissan). Eles descobriram que 48% dos participantes achavam que seria bom tirar as mãos do volante em um Tesla, enquanto apenas 33% pensavam o mesmo sobre o ProPilot Assist, por exemplo.

Já 34%  dos entrevistados pensaram que não há problema em falar ao telefone com o Piloto Automático da Tesla. Felizmente, apenas 6% pensaram que poderiam tirar um cochilo enquanto o recurso estava ativo. Os outros sistemas obtiveram porcentagens muito menores em todas as instâncias.

 ?Sistemas de assistência ao motorista mostram benefícios de segurança. A última coisa que queremos ver são os benefícios eliminados pelas montadoras, introduzindo outros riscos ao veículo?, disse o presidente da IIHS, David Harkey.

Desde que o Piloto Automático da Tesla foi lançado em 2014, vídeos circularam mostrando motoristas abusando do sistema. Em um deles, exibido na semana passada, um condutor, aparentemente cochilando, aparece em seu Tesla enquanto dirigia pela 405 Freeway, em Los Angeles. A empresa disse que dá aos motoristas uma direção clara sobre as capacidades do seu Piloto Automático e como ele deve ser usado.

 

Via: Engadget

Tesla piloto automático
Curtiu esse conteúdo? Assine nossas newsletters e fique por dentro do que acontece em primeira mão!
Compartilhe com seus seguidores
Assine nossa newsletter!
Parabéns! Sua assinatura foi recebida com sucesso!
Atenção: Em instantes você receberá um email de confirmação da assinatura. Para efetivá-la, clique no link de confirmação que você receberá. Verifique também sua caixa de SPAM, pois por se tratar de um email automático, seu servidor de emails poderá identificar incorretamente a mensagem como não solicitada.