Menu
Editorias

Pesquisadores criam holograma que você pode ver, ouvir e tocar

Rafael Rigues
Exemplo Holograma MATD (University of Sussex)
Compartilhe com seus seguidores

Tecnologia usa ultrassom e o princípio da levitação acústica para fazer um "pixel" flutuar e criar imagens tridimensionais em pleno ar.

Uma equipe de pesquisadores da Universidade de Sussex, na Inglaterra, desenvolveu um novo tipo de ?tela holográfica? que pode exibir objetos tridimensionais acompanhados por som e sensação tátil.


A tecnologia, chamada Multimodal Acoustic Trap Display (MATD, ou Tela Multimodal de Armadilha Acústica), funciona baseada no princípio do levitação acústica, que usa ultrassom para fazer um pequeno objeto flutuar em pleno ar. No MATD o objeto é uma esfera de isopor de 2 mm de diâmetro, que iluminada com luzes de diferentes cores age como um ?pixel?

Os cientistas exploram o fenômeno de persistência da visão, o mesmo que faz com que vejamos movimento em uma série de imagens estáticas, e movem o pixel no espaço tridimensional. O deslocamento é tão rápido que em vez de um pequeno ponto vemos linhas luminosas, que são usadas para formar a imagem.

As mesmas frequências ultrassônicas usadas para levitar a esfera podem ser usadas para produzir som em frequências audíveis, ou estimular o tato e fazer com que o usuário sinta estar interagindo com um objeto real.

Amostras de imagens geradas pelo MATD

No momento o MATD é capaz de criar apenas objetos simples. O próximo passo, segundo os pesquisadores, é controlar múltiplos ?pixels? para aumentar a complexidade das cenas.

Fonte: Futurism

Monitores Pesquisa TV Holografia holograma Inglaterra
Curtiu esse conteúdo? Assine nossas newsletters e fique por dentro do que acontece em primeira mão!
Compartilhe com seus seguidores
Assine nossa newsletter!
Parabéns! Sua assinatura foi recebida com sucesso!
Atenção: Em instantes você receberá um email de confirmação da assinatura. Para efetivá-la, clique no link de confirmação que você receberá. Verifique também sua caixa de SPAM, pois por se tratar de um email automático, seu servidor de emails poderá identificar incorretamente a mensagem como não solicitada.