Menu
Editorias

Telegram acusa Apple de violar leis antitruste com App Store

Daniel Junqueira
Telegram (iStock)
Compartilhe com seus seguidores

Aplicativo de mensagens questiona fato de usuários de iPhone não conseguirem instalar aplicativos por fontes alternativas que não sejam a loja da Apple

O Telegram entrou com uma ação na União Europeia acusando a Apple de práticas antitruste. O aplicativo de mensagens é apenas mais um serviço que questiona a taxa de 30% cobrada pela empresa por transações feitas na App Store sem que uma alternativa seja oferecida aos usuários.


Em uma queixa enviada ao departamento de competição da União Europeia, o Telegram diz que a Apple deveria permitir que usuários baixassem softwares por outros meios que não a App Store. Atualmente, a loja é a única fonte aceita para esses downloads no iPhone.

O Spotify e a Rakuten já questionaram as práticas da Apple antes. As empresas também reclamam da taxa de 30% para transações, que garante receita próxima a US$ 1 bilhão por mês à Apple.

Pavel Durov, CEO do Telegram, escreveu um post falando sobre o assunto durante a semana. "A cada trimestre, a Apple recebe bilhões de dólares de aplicativos de terceiros. Ao mesmo tempo, os custos exigidos para hospedar e revisar esses aplicativos fica na casa das dezenas de milhões, e não em bilhões de dólares. Sabemos disso porque nós no Telegram hospedamos e revisamos muito mais conteúdo público do que a App Store jamais fará," explicou o executivo.

Ainda de acordo com o Telegram, a Apple barrou uma iniciativa da empresa em 2016, quando o Telegram pretendia lançar uma plataforma de jogos para o aplicativo de mensagens. A Apple ameaçou remover o app da App Store por violar políticas de uso, o que fez o Telegram abandonar o projeto.

A Apple nega qualquer irregularidade nas taxas cobradas pela App Store. Recentemente, Tim Cook defendeu que questionamentos à App Store são "razoáveis e apropriados", mas ressaltou que as práticas de negócios da empresa são válidos.

Via: ArsTechnica

Apple Negócios app store telegram união europeia antitruste
Curtiu esse conteúdo? Assine nossas newsletters e fique por dentro do que acontece em primeira mão!
Compartilhe com seus seguidores
Assine nossa newsletter!
Parabéns! Sua assinatura foi recebida com sucesso!
Atenção: Em instantes você receberá um email de confirmação da assinatura. Para efetivá-la, clique no link de confirmação que você receberá. Verifique também sua caixa de SPAM, pois por se tratar de um email automático, seu servidor de emails poderá identificar incorretamente a mensagem como não solicitada.