Compartilhe com seus seguidores

Cabos submarinos podem detectar terremotos

Uma equipe de pesquisadores da Rice University e da University of California, nos Estados Unidos, divulgou essa semana um estudo que mostra que cabos submarinos podem ser utilizados para detectar terremotos subaquáticos. Para chegar a essa conclusão, os cientistas se basearam no princípio de que a fibra óptica envia dados digitais na forma de luz, onde ela pode ser espalhada ou distorcida se o cabo se mover ou mudar de orientação.

Ao monitorar esse fenômeno chamado "back scatter", a equipe de pesquisadores pôde saber onde e quanto o cabo se moveu com uma precisão de nanômetros, precisão maior do que um bom e velho sismógrafo terrestre. O melhor do novo método é que não há necessidade de adicionar equipamentos ao longo do comprimento do cabo, sendo necessário apenas conectar um detector sísmico ao final da fibra.

Agora, espera-se que a tecnologia possa ajudar a mapear áreas com falhas geológicas no fundo do mar, que são muito pouco exploradas. A ideia é que uma vez concluídos os testes, esse novo sistema seja colocado em operação nos maiores cabos submarinos ativos.

Fibra Óptica estados unidos terremotos cabos submarinos
Curtiu esse conteúdo? Assine nossas newsletters e fique por dentro do que acontece em primeira mão!
Compartilhe com seus seguidores
Assine nossa newsletter!
Parabéns! Sua assinatura foi recebida com sucesso!
Atenção: Em instantes você receberá um email de confirmação da assinatura. Para efetivá-la, clique no link de confirmação que você receberá. Verifique também sua caixa de SPAM, pois por se tratar de um email automático, seu servidor de emails poderá identificar incorretamente a mensagem como não solicitada.