Cientistas criam coração humano com impressora 3D

O coração foi impresso por uma equipe de cientistas israelenses da Universidade de Tel Aviv. O pequeno coração tem o tamanho de uma cereja, ou o equivalente ao coração de um coelho. Trata-se de uma proeza da ciência porque os cientistas conseguiram reproduzir todas as veias e válvulas que compõem o órgão. Tal Dvir, professor que liderou a pesquisa afirmou que o coração está completo, vivo e palpitando. Para chegar a esse resultado, os cientistas usaram células de obtidas a partir de uma biópsia de material adiposo de um ser humano. As células foram, então, reprogramadas para agir como células-tronco. No passo seguinte, esse material foi convertido numa bio-tinta, que foi então usada numa impressora 3D. O protótipo de coração não bombeia sangue ? o que será o próximo passo da pesquisa. A novidade abre as portas para transplantes sem rejeição, já que as células são retiradas do próprio paciente. Também pode significar o fim das filas de transplantes, já que os órgãos podem ser fabricados a qualquer momento. Para o professor Tal Dvir, em cerca de 10 o problema dos transplantes de órgãos será coisa do passado.

Medicina Ciência Impressora 3D
Curtiu esse conteúdo? Assine nossas newsletters e fique por dentro do que acontece em primeira mão!
Compartilhe com seus seguidores
Assine nossa newsletter!
Parabéns! Sua assinatura foi recebida com sucesso!
Atenção: Em instantes você receberá um email de confirmação da assinatura. Para efetivá-la, clique no link de confirmação que você receberá. Verifique também sua caixa de SPAM, pois por se tratar de um email automático, seu servidor de emails poderá identificar incorretamente a mensagem como não solicitada.