Correios privatizados: o que pode mudar?

Luiza Tozzato, editado por Renato Santino

A Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos, conhecida popularmente como Correios, será privatizada até o fim do ano. Segundo o Ministro da Economia, Paulo Guedes, a empresa é uma das 17 estatais que serão repassadas para a iniciativa privada ainda em 2019.Para que a privatização ocorra, ainda é necessário o aval do Congresso.

Dentre as justificativas apresentadas para que a estatal fosse privatizada estão corrupção, ineficiência, greves constantes e perda de mercado para empresas privadas de entrega. O presidente Jair Bolsonaro foi questionado nesta manhã sobre as privatizações. Ele informou que as empresas vão entrar no Programa de Parceria de Investimentos antes do início do processo de privatização.

privatização dos Correios é um dos objetivos do governo federal já tem algum tempo. De acordo com Paulo Guedes, em abril já estava definido que a estatal faria parte do grupo de empresas vendidas para a iniciativa privada.

Além dos Correios, outras 17 empresas serão privatizadas, de acordo com o ministro. Entre elas estão a Telebras e Eletrobras.

Brasil correios Jair Bolsonaro privatização Paulo Guedes
Curtiu esse conteúdo? Assine nossas newsletters e fique por dentro do que acontece em primeira mão!
Compartilhe com seus seguidores
Assine nossa newsletter!
Parabéns! Sua assinatura foi recebida com sucesso!
Atenção: Em instantes você receberá um email de confirmação da assinatura. Para efetivá-la, clique no link de confirmação que você receberá. Verifique também sua caixa de SPAM, pois por se tratar de um email automático, seu servidor de emails poderá identificar incorretamente a mensagem como não solicitada.