Menu
Editorias

iOS: aplicativos são furo na privacidade da Apple

Beatriz Trevisan, editado por Roseli Andrion
Compartilhe com seus seguidores

Dois terços dos aplicativos para iOS não usam uma tecnologia da Apple que reforça a privacidade dos usuários. A informação é de um artigo publicado pela empresa de segurança cibernética Wandera. O recurso ATS - App Transport Security - ajuda os desenvolvedores a cumprir os requisitos de privacidade de dados e está disponível e ativado por padrão. Na prática, é um conjunto de regras que garante que todos os aplicativos e extensões se conectem a serviços da Web usando protocolos de conexão segura através da criptografia. Mais de 30 mil aplicativos foram analisados e quase 70% deles estavam com o recurso de segurança desativado. Em 2016, a Apple anunciou planos para tornar o ATS obrigatório a todos os apps que atuam em seu sistema operacional móvel. Segundo a publicação, a razão pela qual três anos depois o recurso parece ter tão baixa adoção parece ser porque que as estruturas e redes de anúncios geralmente recomendam em sua documentação que os desenvolvedores do iOS o desabilitem para evitar o bloqueio de anúncios.

Apple privacidade app store
Curtiu esse conteúdo? Assine nossas newsletters e fique por dentro do que acontece em primeira mão!
Compartilhe com seus seguidores
Assine nossa newsletter!
Parabéns! Sua assinatura foi recebida com sucesso!
Atenção: Em instantes você receberá um email de confirmação da assinatura. Para efetivá-la, clique no link de confirmação que você receberá. Verifique também sua caixa de SPAM, pois por se tratar de um email automático, seu servidor de emails poderá identificar incorretamente a mensagem como não solicitada.